fbpx
67 / 100

Poucas pessoas conhecem a imersão hipnótica ou sabem como ela funciona. Há alguns anos, falar de hipnose tinha muito mais relação com os shows de comédia, onde os convidados perdiam a consciência e agiam de maneira bizarra – às vezes, imitando um animal, por exemplo.

Esqueça esse conceito por enquanto. Hipnose vai muito além disso e a imersão hipnótica é um tratamento completo e exclusivo, capaz de gerar ganhos rápidos, efetivos e de mudar completamente a forma como você enxerga sua vida.

No texto de hoje, nós vamos falar um pouquinho mais sobre como funciona o processo de imersão e responder perguntas comuns que as pessoas têm em relação a ele. Confira abaixo!

 

O que é imersão hipnótica?

 

Antes de entendermos como funciona a imersão hipnótica, precisamos compreender o que é a hipnose em si. Gostamos dizer, em palavras simples, que a hipnose é um estado de consciência e concentração máxima.

É o momento onde você acessa o seu subconsciente e consegue enxergar sentimentos e informações que antes estavam escondidas. Apesar do que a crença popular diz, a hipnose não te deixa fora de si ou totalmente inconsciente, ao contrário: ela te traz para a consciência plena.

Logo, a imersão hipnótica é uma terapia que te faz imergir nesse processo de uma maneira muito mais profunda, te auxiliando na busca de vestigos e soluções. 

 

Há riscos na imersão hipnótica?

 

É também muito comum que as pessoas tenham receio do processo de imersão hipnótica, justamente devido à crença de que ele deixará o paciente inconsciente dos seus atos ou mesmo que poderá impedi-lo de voltar à realidade.

Por isso, é muito importante explicar como o processo funciona e dizer que não há nenhum risco de que você, paciente, deixe de voltar ao seu estado natural. Como já dissemos, a imersão é uma prática comum ao nosso corpo e apenas fará com que você enxergue questões do seu subconsciente que antes estavam escondidas.

Então, para ressaltar: não há nenhum risco no processo de imersão!

 

Como funciona o processo na prática?

 

Agora que você já entendeu o que é a imersão hipnótica e sabe que ela não causa nenhum risco para sua integridade física e mental, vamos explicar como ele funciona na prática. Anote abaixo:

 Formulário de autoconhecimento

Este é o primeiro passo do processo de imersão, refletir mais profundamento sobre sua situação atual, sua vida, seus incomodos. É de extrema importancia o preenchimento deste formulário. Por ele será preparado sua imersão. Reserve algumas horas e se permita detalhar sua história.

 

Processo de vivência

 

Antes de começar a imersão hipnótica, você precisa passar por um processo de vivência. Ele acontece duas vezes ao mês e tem o intuito de te preparar para a imersão. Esse momento é muito importante, pois ele será a sua base para que a imersão ocorra da melhor maneira possível. A vivência te ajudará a entender sua mente e como mudar seus comportamentos.

A dica para quem quer agilizar o processo é se matricular o quanto antes, pois as vagas são limitadas. Sem a vivência, não é possível começar a imersão hipnótica, pois entendemos que para tudo na vida é preciso haver uma preparação, especialmente para algo tão poderoso quanto a hipnose.

 

A imersão em si

 

Depois de passar pela vivência, temos a imersão hipnótica em si. Você irá até o instituto e a fará com a ajuda da nossa terapeuta especializada, Dayane Faria. Esse é um processo muito importante e que deve ser feito apenas com profissionais habilitados e experientes com a hipnoterapia.

A imersão pode durar algumas horas, porém, os detalhes serão combinados alguns dias antes com nossa equipe. 

 

Sessão de Manutenção

 

Em alguns casos, pode ser necessário fazer a sessão de manutenção, quando o paciente precisa de mais sessões de hipnoterapia para conseguir melhores resultados. Geralmente, as sessões de manutenção ocorrem para casos mais graves, como depressão, transtornos, entre outros.

Mas, não se preocupe: avisaremos se uma sessão extra for necessária. A Dayane irá avaliar e acompanhar seu estado e sugerir se há ou não necessidade de fazê-la. O importante aqui é que você saia da imersão muito melhor do que entrou.

 

A regressão – Entenda melhor como ela funciona

 

Durante a imersão hipnótica, pode ocorrer o que chamamos de regressão, que nada mais é do que um processo para rever acontecimentos do passado. Esse é um momento muito especial e que leva os pacientes a compreenderem muitos aspectos da sua vida atual, especialmente no que diz respeito a traumas ou problemas de afetividade, por exemplo.

A regressão é um processo de busca de memórias que foram reprimidas devido a algum trauma já vivido, por exemplo. As memórias reprimidas não vão embora por completo. São cumulativas, e podem aparecer como ansiedades ou outros tipos de comportamentos.

Apesar do medo que algumas pessoas têm, a regressão é muito segura e feita com muito cuidado.

A regressão é feita somente na imersão hipnótica e não pode ser realizada nem na sessão de manutenção e nem mesmo na vivência, quando ainda existe um processo de preparação.

É válido dizer que uma única imersão costuma ser suficiente para que as questões mais importantes sejam solucionadas. Mas, caso você queira realizá-la novamente com novos focos, passará pelos processos para que ela seja tão positiva quanto.

 

Para que serve a imersão hipnótica?

 

Para finalizar esse texto, é importante falarmos sobre os motivos que vão te levar a fazer a imersão hipnótica. Cada pessoa tem uma história e questões que a deixam insatisfeita com sua vida em algum ponto.

Por isso, a imersão é indicada para todos que sofrem de alguma maneira, seja por problemas de saúde mental, como depressão e ansiedade, ou mesmo por sentimentos que como tristeza e saudade. Mas a imersão é somente para quem sofre com algo? Não. Como o processo aprofunda na sua mente subconsciente, então pode ser trabalhado também questões quanto ao aumento de performance, foco, emagracimento, elevação de autoestima e confiança, entre outros.

Seja qual for a razão que te impede de ser melhor, ela pode ser ressignificada com a imersão hipnótica. O processo é muito rico e essencial para entendermos melhor nossa vida e o que pode ser melhorado. Procure-nos para mais informações!

 

Gostou do texto de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos e familiares!

Caso de Regressão para Tratar Dores Sexuais

Caso de Regressão para Tratar Dores Sexuais

Ela já não mantinha relações sexuais devido às dores que sempre sentia durante o ato, além de não sentir prazer se cobrava por isso e recebia cobranças de seu parceiro também.

Não espere mais. Comece a reconstruir seu próprio caminho hoje!

Tirar Dúvidas

Lista de Espera para Atendimento

Lista de Espera para Atendimento

Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de discussão para receber as últimas novidades e atualizações da nossa equipe.

Inscrito com sucesso

Inscreva-se para receber
seus E-books

Inscreva-se para receber

seus E-books

Inscrito com sucesso

× Como posso te ajudar?