fbpx
83 / 100

 O término de um relacionamento sempre vai causar uma série de sentimentos, que podem ser bons ou ruins, dependendo de cada pessoa. De fato, quando terminamos com a pessoa que amamos, é possível que haja mais dificuldade de se abrir novamente e até mesmo outros sintomas mais intensos, como ansiedade e depressão podem aparecer. 

Mas será que existe uma receita para conseguir terminar um relacionamento e seguir a vida bem? 

Reunimos algumas informações sobre o assunto – já que cada pessoa lida com os sentimentos de modo diferente, tudo bem? Confira abaixo!

 

5 formas de lidar com um término de relacionamento de forma saudável!

  

No texto de hoje, nossa ideia não é te ensinar a esquecer a pessoa com que se relacionou ou trazer fórmulas prontas para que ela possa sentir sua falta e querer reatar. O principal objetivo do nosso artigo é explicar que há maneiras mais saudáveis para lidar com perdas e rupturas emocionais, como é o caso de um término. Veja abaixo algumas dicas interessantes!

 

 

1- Aceite o fim da relação! 

Uma boa dica para quem está passando por um término de relacionamento, é aceitar que ele acabou. Isso significa entender que pode ser que não tenha volta e que você precisará entender como lidar com isso de maneira menos negativa.  

Obviamente, quando terminamos, sempre guardamos um fio de esperança – especialmente se foi o outro que nos pediu para ir embora. Mas é preciso seguir a vida aceitando o término, assim como acontece com um luto: o primeiro passo é a aceitação. 

Se você tem dificuldades para dar esse passo adiante, fale com o seu ex-parceiro(a) e pergunte sobre as reais possibilidades de reconciliação. Se a resposta dele for clara, ficará mais fácil dizer adeus e começar a seguir em frente.

  

2- Procure ajuda, se for preciso!

  

Nem todo mundo consegue lidar com o término de relacionamento de maneira tranquila. Algumas pessoas sofrem mais e se sentem magoadas, feridas e até mesmo podem adoecer – com sintomas de depressão e tristeza profunda.

Se isso começar a acontecer com você em um período muito prolongado e que esteja te atrapalhando a vida, não hesite em procurar ajuda especializada.

Caso seja preciso, faça uma terapia, conte sobre sua dor e tente encontrar um caminho para enfrentá-la. Às vezes, a resposta está na ponta da língua e só precisamos de alguém para nos direcionar. 

O mesmo vale para terapias mais intensas, como a hipnose. Preencher o seu tempo e se autoconhecer é um passo importante para se sentir melhor – como falaremos abaixo.

 

Acredita que precisa de ajuda profissional?

 

Clique aqui e agende sua consulta comigo.

  

3 – Busque autoconhecimento

 

Autoconhecimento é fundamental para quem quer sair de um relacionamento de cabeça erguida e bem. Embora seja algo que muita gente não busca por causa da correria do dia-a-dia, existem inúmeras formas de se conhecer melhor e, com isso, lidar com os sentimentos de forma mais positiva.

Entre as terapias que ajudam no autoconhecimento, separamos algumas principais:

Ambas as terapias são muito indicadas para quem quer investir no autoconhecimento de forma geral. A dica para quem tem mais tempo é tentar as duas, pois elas trabalham de maneiras diferentes e podem ser complementares.

 

Quer entender melhor como funciona a hipnose?

 

Clique aqui e baixe o e-book gratuitamente: “Entenda a Hipnose e Vá Além!”

  

Além dessas opções de terapia, você pode procurar por outras que te ajudem a se conhecer melhor. A dica aqui é tentar se encontrar e se entender para conseguir lidar melhor com sentimentos, como:

 

Todos esses sentimentos são possíveis após uma separação e podem advir de uma falta de conhecimento sobre si próprio e do que é possível fazer para se sentir melhor consigo mesmo. Por isso, tente sempre se conhecer cada vez mais e, se preciso, faça isso com a ajuda de um profissional!

 

4- Entenda que você não é culpado de tudo

  

Quando alguém termina com a gente, é comum pensarmos que somos totalmente culpado por cada coisa que deu errado ao longo do percurso. Não é bem assim! No término de relacionamento, existem duas pessoas que se conheceram, estiveram juntas e precisaram terminar por incompatibilidades ou qualquer que seja o motivo.

Se sentir culpado o tempo todo só fará com que a superação se torne muito mais difícil de alcançar. Afinal, se tudo que aconteceu foi por sua causa, como lidar com isso sem se sentir mal o tempo todo? Por isso, para quem sente culpa, separamos algumas dicas extras:

 

  • Lembre das coisas ruins que aquela pessoa também fez com você. Não é para pensar nela como alguém que não merecia o seu amor, mas como quem é imperfeito e também contribuiu para o fim da relação.

 

  • Lembre também das coisas boas que você fez para aquela pessoa. Afinal, não se culpar por tudo significa assumir que algo de bom saiu das suas atitudes. Relembre-as com carinho para poder assumir a mesma postura mais pra frente.

 

  • Tente entender que a culpa nunca é só de uma única pessoa e que você merece ser feliz novamente, independente da última relação.

 

Conseguir desabafar as várias emoções que estão aparecendo neste momento difícil também é uma boa estratégia para lidar com o término.

 

Eu desenvolvi uma técnica rápida e simples que está ajudando várias pessoas a se despedirem do “ex” e seguirem suas vidas mais leves!

 

Clique aqui e adquira a técnica gratuitamente.

 

5- Também não esqueça onde errou

  

Não se culpar excessivamente é importante, mas você também deve saber enxergar os seus erros. Assim, será mais fácil lidar com os sentimentos que o término de relacionamento causa e entender que tudo pode ser modificado daqui para frente. 

Se houve algum descuido da sua parte ou mesmo momentos muito ruins, lembre deles não apenas para se culpar, mas para se tornar uma pessoa melhor nas próximas relações.

Gostou das nossas dicas sobre como lidar com o término de relacionamento? Compartilhe o texto nas redes sociais com seus amigos e familiares.

No Youtube conto um Caso Real que superou o fim de um relacionamento através da Hipnoterapia.

Confira:

 

Caso de Regressão para Tratar Dores Sexuais

Caso de Regressão para Tratar Dores Sexuais

Ela já não mantinha relações sexuais devido às dores que sempre sentia durante o ato, além de não sentir prazer se cobrava por isso e recebia cobranças de seu parceiro também.

Não espere mais. Comece a reconstruir seu próprio caminho hoje!

Tirar Dúvidas

Lista de Espera para Atendimento

Lista de Espera para Atendimento

Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de discussão para receber as últimas novidades e atualizações da nossa equipe.

Inscrito com sucesso

Inscreva-se para receber
seus E-books

Inscreva-se para receber

seus E-books

Inscrito com sucesso

× Como posso te ajudar?